Saiba por que a gamificação corporativa é ideal para toda empresa

Neste artigo você vai compreender por que a estrutura utilizada em jogos que engajam crianças e adolescentes também pode ser uma opção para estimular adultos, inclusive no trabalho.

Para isso, é preciso recorrer à gamificação corporativa. Uma técnica que ganha cada vez mais espaço no mercado e é utilizada em empresas para ajudar colaboradores a entregarem resultados ainda melhores e a desenvolverem-se profissionalmente.  

Gamificação corporativa não é brincadeira 

É muito importante desmistificar uma possível desconfiança a respeito da gamificação corporativa porque, muitas vezes, pode não ser levada a sério e confundida com uma brincadeira.   

A relação entre os famosos games e a ferramenta que apresentamos aqui existe sim mas, o que os une é o estímulo. Especialmente nesta era da ferocidade do consumo de informações, precisamos ser estimulados constantemente para manter foco nas atividades, uma vez que a disponibilidade de conteúdo é infinita.

O que faria seus colaboradores se concentrarem em um jogo? Os gatilhos, ou seja, os estímulos corretos. 

Entenda melhor quais são os principais gatilhos dos jogos

Um bom jogo tanto quanto uma boa gamificação corporativa precisam contar com:

  • Momentos de decisão.
  • Tarefas e storytelling. Esta é uma técnica muito utilizada no Marketing para contar uma jornada que cause identificação e emoção no espectador. No caso, é a parte que fará o colaborador continuar atento à experiência que está sendo apresentada a ele.
  • Estratégia: afinal, o objetivo é vencer os desafios propostos.

Cada um desses pontos é capaz de ativar áreas no cérebro e engajar pessoas a manterem-se ligadas a atividades que tenham esse combo como estrutura.

Você pode ter colaboradores ainda mais engajados 

Na sua experiência com o público interno, você tem a impressão de que os treinamentos tradicionais não agregam tanto ao desenvolvimento dos colaboradores?  

Falamos há pouco sobre uma nova relação com os estímulos que recebemos e, a maneira tão bem conhecida de oferecer conhecimento de forma unilateral e passiva já não é tão eficaz, uma vez que a maior parte das experiências do mundo já acontecem de outra maneira.  

Por isso, compreender as mudanças comportamentais na Era Digital é importante para convencer gerências e diretorias a apostar na gamificação corporativa.

Afinal, trata-se de produzir uma experiência relevante de aprendizado que vai proporcionar resultados positivos para a empresa de forma geral. 

Conheça algumas mudanças comportamentais que favorecem a gamificação corporativa, que você pode usar na sua argumentação:

  • Novas formas de se relacionar com o conhecimento
  • Dispersão devido a um número extenso de estímulos digitais
  • Interesse por conteúdo prático  

Gamificar pode ser mais fácil do que imagina

Quer um exemplo muito simples? Toda vez que ganha um selo por almoçar em um determinado restaurante, você está interagindo com um tipo de gamificação, dessa vez voltada ao cliente final.

Vejamos: envolve uma escolha (ir ao restaurante), uma tarefa (pagar o almoço) e uma recompensa (um almoço grátis ao completar os selos da cartela). Imagine agora, por exemplo, se a cada 10 novos negócios fechados pelo time de vendas, por exemplo, fosse oferecido um registro – por exemplo, a peça de um quebra-cabeça – e, ao atingir 50 contratos, o quebra-cabeça ficasse completo e a equipe ganhasse um prêmio. 

Dentro desse simples rascunho de projeto, vários níveis de competências e comportamentos foram acionados gerando benefícios à empresa e aos colaboradores. Em breve, vamos explicar cada um deles para você. 

O que uma gamificação corporativa precisa ter?

Aprofundando-nos ainda mais nas estruturas da gamificação corporativa, vamos detalhar as estruturas que precisam estar contidas nesta experiência. 

Para começar, é preciso ter um objetivo – seja alcançar alguma meta ou encontrar uma solução. Digamos, por exemplo, que o planejamento estratégico de uma empresa pode ser definido em uma gamificação e também o aprendizado de uma nova competência.  

Depois é preciso dar espaço para a criatividade. Na gamificação deve ser possível explorar vários caminhos, o colaborador deve sentir que pode ser ele mesmo, ter autonomia em suas escolhas. 

Além disso, as regras precisam ser claras para evitar frustrações, especialmente quando trata-se de recompensas que podem ser um bônus, um sistema de cashback. Você pode usar a sua criatividade nesse quesito. 

E antes de definir tudo isso, é preciso saber com clareza qual é seu público-alvo para oferecer o que ele verdadeiramente necessita. 

5 motivos para apostar na gamificação corporativa

No exemplo que a gente deu sobre um tipo bem simples e acessível de gamificação para o time de vendas, prometemos contar também sobre o custo/benefício em uma experiência que mencionamos aqui e, o melhor: na maioria dos tipos de gamificação que você implementar na empresa, seja dos mais fáceis aos complexos, os efeitos sobre o time e a empresa são, em maioria, parecidos. 

Conheça os principais:

  • Sensação de autonomia, que gera crescimento

O colaborador que se vê envolvido em uma experiência de gamificação corporativa se questiona por quais caminhos percorrer para atingir os objetivos definidos. Para isso, ele recorre à própria autonomia para vencer a competição, uma vez que cada funcionário, com seu repertório profissional e pessoal únicos, verão a solução de formas diferentes.

  • Possibilidade de falhar

O ambiente da gamificação é favorável, aliás, ideal para falhar e reconhecer a falha. Isso porque a relação acerto/erro faz parte de qualquer jogo. Diferente da pressão das atividades diretamente relacionadas ao trabalho em que o colaborador se vê pressionado a não errar.

  • Feedback

Esse item está diretamente ligado ao anterior. Uma vez que um erro impacta o avanço na gamificação, imediatamente ocorre o feedback por parte de alguém envolvido ou até do próprio colaborador: experiência que começa naturalizar esse espaço de fala para o crescimento profissional.

  • Senso crítico

Os pontos citados acima criam a condição ideal para o fortalecimento crítico, que é composto por pilares de autonomia, feedback e responsabilidade. Daí, vem o grande resultado, colaboradores mais engajados com suas funções que, por sua vez, tornam-se mais produtivos.

Atinja esses resultados e comece a aproveitar os benefícios da gamificação corporativa já! Temos especialistas na área para ajudar você a realizar o projeto ideal para cada time da sua empresa. Fale com a gente:

 

Captcha obrigatório

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *